Devaneios de uma Princesa

pesquisar

 
Quinta-feira, 20 / 02 / 14

That song... inspira-me #5

A minha power song...

Bem, como para a maioria, é complicado escolher uma de muitas que podem ocupar o lugar!

A ter de escolher, se há uma música de que eu gosto e acima de tudo, posso considerar como a minha power song, essa é sem dúvida nenhuma "Be yourself" dos Audioslave!

É aquela música que quando estou aborrecida ou a precisar de uma energia extra ouço!

A música diz tudo de mim, não fosse eu ter o título dela tatuado no meu pulso. Não, não tatuei apenas por ser o título da minha música preferida, mas porque tem tudo a ver com a minha pessoa!

 

O refrão diz "To be yourself is all that you can do" e esse é o meu lema de vida, sempre foi!

 

 

sinto-me:
publicado por Princesa às 23:44
Quarta-feira, 12 / 02 / 14

Ponto final.

Dou por mim no comboio com vontade de escrever sobre ti... aliás, de escrever para ti...

Sem nunca termos passado de bons amigos, conseguiste ser uma desilusão amorosa... tarefa árdua comigo, este autêntico bloco de gelo!

Apaixonada é um termo forte, mas gostei de ti, gosto de ti, como há muito não gostava de alguém. Se há já muito achava que eras das pessoas com quem mais tinha em comum, com o tempo fui-te achando piada e há uns meses o click deu-se.

Tonta, achei que tinhamos hipóteses... Mostraste interesse (achava eu) no momento em que mais precisava e eu iludi-me. Os elogios, o convite para café e as horas de conversa sobre nós, a vida, as coisas do "nosso tempo" bem diferentes dos tempos de hoje, as mensagens no facebook e a tua preocupação fizeram com que me iludisse ainda mais.

Vieram as férias e eu notei afastamento, mas quis acreditar que era a distância...

Depois apareceram as publicações e as trocas de likes com ela no facebook e eu senti que algo mudou. Senti que entre vocês havia algo mais do que amizade e fiquei assustada!

Naquela noite de 26 de Janeiro perguntei-te e tu fizeste questão que fosse a 1ª pessoa a saber que namoravas com ela :( Namoravam há umas semanas, quase 1 mês.

Naquele momento caiu-me tudo... ainda agora não percebo como me controlei tanto...Sei que bebi, muito, para me esquecer que aquilo estava a acontecer. A verdade é que não me lembro do resto da noite, mas não consigo esquecer a tua cara e o momento em que me contaste.

Não te voltei a ver desde então...

Semanas passadas, tenho duas teorias sobre isto, sobre nós.

A 1ª é que a culpa é minha, que por teres aparecido num mau momento, me iludi. Que por estar carente confundi tudo.

A 2ª teoria é que eu entendi  bem os sinais, e tu fizeste jogo, com as duas, e esperaste que aguém mordesse o isco, apenas ela foi mais rápida do que eu.

No meu intímo espero que a culpa tenha sido do meu instinto e que a 2ª teoria não faça sentido, porque não quero estragar a imagem que tenho de ti!

 

Espero um dia conseguir sentar-me à mesma mesa que tu e olhar-te como sempre te olhei, como amigo. Acima de tudo espero que nesse dia, se ela estiver ao teu lado, isso não me incomode. 

Quero que sejas feliz, e se for com ela, melhor. Apesar de tudo, ela será sempre a miúda simpática que me pisca o olho e diz olá quando nos cruzamos nos corredores da faculdade.

Resta-me agradecer-te por teres sido a minha tábua de salvação quando estive perto de bater no fundo...

Vais ser sempre o amigo com quem tenho mais em comum, e isso não muda.

Apenas tenho saudades de te ouvir chamar-me Heidi, porque mais ninguém o faz :)

 

 

Fim de um ciclo...

 

publicado por Princesa às 19:38
Domingo, 26 / 01 / 14

Hoje é assim.

 

 Dor de cabeça. Dor de estômago.  Ressaca. Coração partido.

 

Vida glamorosa de uma princesa :'(

 

 

sinto-me:
publicado por Princesa às 15:30
"Sou uma mulher madura que às vezes anda de baloiço... sou uma criança insegura que às vezes usa salto alto"

mais sobre mim

Junho 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
21
22
23
24
26
27
28
29
30